• Lóbulo de Orelha Rasgado

    por  • 8 de abril de 2013 • Face

    Lóbulo de Orelha

    O lóbulo de orelha é aquela parte curva de pele mais inferior da orelha que perfura-se para colocar brincos. Algumas mulheres podem rasgar a orelha a nível do lóbulo devido a uma das três situações: tração no brinco, brincos pesados, alergia a brincos.
     

    Tração no Brinco

    Essa condição acontece quando o brinco é puxado para baixo, inadvertidamente, quer pela própria paciente que enrosca o brinco em algum lugar, ou por outros, como crianças, animais de estimação, etc.
    A orelha é rasgada imediatamente e pode causar dor e sangrar. Uma compressão local e aplicação de compressa fria (evitar gelo diretamente no local) ajudam a estancar o sangramento. A orelha pode ser rasgada total ou parcialmente, e o tratamento é o mesmo para os dois casos, não havendo maior dificuldade por rasgar totalmente. Deve-se retirar o brinco logo após a orelha ser rasgada e recomenda-se procurar um médico para realizar o tratamento adequado. É sempre bom lembrar nessas horas se a vacina antitetânica está em dia.
     

    Brincos Pesados

    Lóbulo de Orelha RasgadoMuitas mulheres gostam de brincos pesados, normalmente de bijouteria, tipo argola. Esses brincos grandes e pesados, aumentam o risco de tração, ou por acidente em que ele é puxado, ou simplesmente por seu peso. Quando o próprio peso do brinco é suficiente para rasgar as orelhas, deve-se descontinuar o uso de brincos pesados, mesmo após a cirurgia para correção das orelhas rasgadas. Normalmente, brincos pesados rasgam os lóbulos das orelhas lentamente, ao longo de meses ou anos, e de modo indolor e sem sangramento. A paciente percebe que as orelhas estão sendo rasgadas porque os brincos estão ficando cada vez mais baixos, e o orifício está cada vez maior.
     

    Alergia a Brincos

    A alergia a brincos normalmente ocorre com o uso de bijouteria. Dificilmente um brinco de ouro causa alergia, pois o ouro é um dos metais mais inertes ao corpo humano. Assim, processos múltiplos de inflamação decorrente de alergia enfraquecem a integridade da pele do lóbulo de orelha e este pode rasgar lentamente. Essa alergia pode ser unilateral (apenas uma das orelhas pode inflamar). Mais raramente a alergia pode ocorrer em ambas as orelhas. O processo de lesão das orelhas pela alergia também é lento, mas pode ocorrer em poucas semanas, se a alergia for muito intensa e se não se descontinuar o uso de brinco na orelha acometida. A dor pode ocorrer pelo processo inflamatório e, em alguns casos, pode haver infecção secundária, com pus e mal cheiro.
     

    Medidas a Serem tomadas Antes da Cirurgia Para Tratamento de Lóbulo de Orelha Rasgado

    Aqui vão algumas orientações básicas que ajudam a evitar o rasgo nas orelhas, ou minimizam e até impedem a progressão do rasgo:
    - Mantenha sempre as orelhas e brincos limpos;
    - Evite brincos de bijouteria, ou quando for usá-los, prefira os menores ou de pressão;
    - Procure usar brincos de ouro, quando possível;
    - Caso tenha somente brincos de bijouteria, escolha alguns dias na semana para ficar sem brincos;
    - Nunca durma de brincos, especialmente se forem grandes ou de argola;
    - Tome cuidado ao pegar crianças ou animais de estimação no colo: seus brincos podem ser puxados;
    - Caso você esteja desenvolvendo alergia a brincos, procure um médico se estiver com sinais de infecção e descontinue o uso dos brincos, principalmente causadores da alergia. Após um tempo, pode-se voltar a usar outros brincos, como de ouro.
     

    Avaliação Médica para Orelhas Rasgadas

    O médico que irá tratar as orelhas rasgadas vai analisar ambas as orelhas e descobrir alguns detalhes no exame físico, como por exemplo se:
    - A lesão foi em uma ou ambas as orelhas;
    - Existe ou não processo inflamatório e/ou infeccioso;
    - A lesão foi completa (total) ou incompleta (parcial);
    - Já houve lesão anteriormente que já foi tratada com cirurgia;
    - O lóbulo é preso ou solto.
     

    Anestesia para Cirurgia de Lóbulo de Orelha Rasgado

    A anestesia para essa cirurgia de pequeno porte é a anestesia local com lidocaína + adrenalina (usamos adrenalina para que a vasoconstrição diminua o sangramento). Não há a necessidade de sedação e com apenas uma ou duas picadinhas no lóbulo da orelha consegue-se anestesiá-lo de forma eficaz e o procedimento é realizado com tranquilidade.
     

    A Cirurgia de Fechamento de Lóbulo de Orelha Rasgado

    Existem várias técnicas para tratamento adequado do lóbulo de orelha rasgado. Vamos citar algumas, por ordem de complexidade:

    Sutura Simples

    Essa é a forma mais simples de tratamento, mas tem seus detalhes:
    - Deve ser realizada somente num lóbulo de orelha que foi rasgado pela primeira vez, pois não funciona bem quando já é a segunda ou terceira vez que se está fechando o lóbulo de orelha;
    - A sutura deve ser realizada com a eversão dos pontos, de preferência com pontos em “U”, para permitir uma cicatriz mais firme e evitar uma retração cicatricial no ponto mais inferior da cicatriz;
    - Para se refazer o orifício do brinco, após um mês do fechamento, deve-se evitar fazê-lo na cicatriz do fechamento.;

    Retalho de Pele do Interior do Orifício

    Esse tratamento consiste em confeccionar uma tira de pele paralela ao sentido do rasgo, soltar a extremidade inferior dessa tira e fixar essa extremidade superiormente, fazendo com que a pele de um dos lados do próprio rasgo recubra o interior do novo orifíco. Essa técnica é superior à anterior por poder ser usada em casos recidivados e com menor risco de rasgar novamente. Uma desvantagem dessa técnica é que o orifício será aproximadamente onde era inicialmente, e se a paciente desejar ter o brinco mais alto ou mais baixo do que antes, não será possível. É uma técnica que o Dr. Zamarian não costuma utilizar.

    Zetaplastia do Plano Anterior da Pele

    Essa técnica é realizada com uma zetaplastia somente no plano anterior da pele, interpondo pele sadia no novo orifício e diminuindo o risco de recidiva. O plano posterior da pele do lóbulo é fechado com pontos em “U”. Serve também para alongamento da cicatriz, reduzindo o risco de retração cicatricial do lóbulo da orelha. É o tratamento de escolha do Dr. Zamarian para os casos mais complicados ou recidivados. Outra vantagem dessa técnica é que não há a necessidade de ser preocupar onde será realizado o novo orifício para brinco, que poderá ser em qualquer lugar do lóbulo.
     

    Cuidados a Serem Tomados Após a Cirurgia para Fechamento de Lóbulo de Orelha Rasgado

    As orientações abaixo são dadas pelo Dr. Zamarian às suas pacientes que realizam uma das técnicas descritas acima:
    - Evitar molhar os curativos por 24 a 48 horas;
    - Alimentação: normal (pode-se comer peixe, ovo e carne de porco);
    - Evitar dormir de lado (especialmente do lado ou dos lados operados);
    - Evitar realizar exercícios físicos por cerca de duas semanas;
    - Ficar um mês sem brincos após a cirurgia.
    Dr. Zamarian recoloca o(s) brinco(s) 30 dias após essa cirurgia. Os brincos novos a serem colocados devem ser de ouro e que possam ser girados (de argola não servem), para que a paciente gira os brincos a cada três horas durante uma semana. Após esse período de sete dias após a perfuração dos lóbulos das orelhas, pode-se trocar por um brinco um pouco maior ou de argola pequena.

    Sobre

    Dr Walter Zamarian Jr, Cirurgião Plástico na Clínica Zamarian de Cirurgia Plástica, info@zamarian.com.br Rua Senador Souza Naves, 1035, sala 9 Londrina, PR, Brasil, CEP: 86010-160 Tel.: (43) 3356-0506

    http://www.cirurgiaplasticalondrina.com.br/