• Minilifting de Pescoço

    por  • 7 de abril de 2013 • 

    Minilifting de Pescoço (Minilifting Cervical)

    Quando a face ainda não mostra os sinais do tempo, mas o pescoço se encontra com excesso de pele ou de gordura, pode-se realizar um procedimento apenas para tratar o pescoço, o minilifting de pescoço, que restaura o contorno do pescoço, corrige a flacidez e devolve seu aspecto jovem. O cirurgião plástico Dr. Zamarian, com sua Clínica de Cirurgia Plástica em Londrina, Paraná, Brasil, realiza a cirurgia de minilifting cervical para minimizar os efeitos do tempo no pescoço, restaurando seu contorno, dando maior tensão ao músculo platisma que o compõe.

     

    Avaliação de paciente com Flacidez no Pescoço (Cervical)

    Durante a consulta médica com o cirurgião plástico em Londrina, Paraná, Brasil, Dr. Walter Zamarian, ele vai avaliar se há:

    • flacidez de pele (e seu excesso) no pescoço;
    • excesso de gordura no pescoço;
    • presença de bandas do platisma, formando duas pregas verticais abaixo do queixo;
    • presença ou não de flacidez de face;
    • presença de cicatrizes decorrentes de cirurgias prévias;
    • posição do lóbulo a orelha e se este é preso ou naturalmente solto;
    • presença ou não de hipomentonismo.

     

    A Cirurgia Plástica de Minilifting de Pescoço (Minilifting Cervical)

    Minilifting de Pescoço em LondrinaA cirurgia plástica de minilifting de pescoço é iniciada com o paciente sob anestesia local e sedação. Em seguida, são realizadas incisões atrás das orelhas, continuando para frente apenas rente aos lóbulos das orelhas, para que estes não fiquem direcionados para trás no final da cirurgia. Inicia-se o descolamento da pele atrás das orelhas e logo na frente, no pescoço. Associa-se uma lipoaspiração do submento (papada), no pescoço com uma cânula bem fina para evitar traumatismos e paresia do mentoniano. Logo após, incisa-se o submento (incisão abaixo do queixo), com descolamento também nessa região. São realizadas suturas com fios absorvíveis de Vicryl 4-0 no submento para aproximar as bandas do músculo platisma (fechando as famosas pregas na papada) e também suturas lateralmente, abaixo das orelhas, tracionando lateralmente o músculo platisma, dando uma nova tensão à musculatura do pescoço, restabelecendo seu contorno. Em seguida, retira-se o excesso de pele atrás das orelhas. O resultado é um pescoço jovem, com seu contorno restabelecido, sem cicatrizes aparentes, com as bandas platismais aproximadas.

     

    Qual a diferença entre o Lifting Facial Completo e o Minilifting?

    Basicamente, o minilifting equivale a um terço do lifting de face. O que isso quer dizer? O lifting cérvico-facial (completo) é composto de uma cicatriz que começa na região temporal (para tratamento do canto dos olhos), prologa-se na frente das orelhas (para tratamento do terço médio da face) e continua para atrás das orelhas (para tratamento do pescoço). Assim, o minilifting cervical é composto somente do componente atrás das orelhas, para tratamento do pescoço, deixando o terço médio da face e a região do canto dos olhos e supercílios sem tratamento. Tem, portanto, sua principal indicação em pacientes que têm flacidez ou rugas no pescoço, ou bandas do platisma (pregas verticais no pescoço), com a face com pouca ou nunhuma flacidez.

     

    O Candidato ao Minilifting de Pescoço

    Como mencionado acima, o minilifting de pescoço serve para pacientes que apresentam uma face firme, mas com pesoço desproporcionalmente flácido. Essa cirurgia visa retirar o excesso de pele do pescoço, dar mais firmeza ao pesoço com o tratamento da musculatura cervical, amenizar ou eliminar as bandas visíveis do músculo platisma, amenizar as rugas do pescoço (porém raramente as elimina totalmente), restabelecer o contorno da mandíbula e elevar os tecidos do pescoço para restaurar o ângulo cervical, presente na juventude. Vale lembrar que essa cirurgia não promove resultados acima da mandíbula, e para isso seria necessário o lifting completo, cérvico-facial.

     

    Como é o pós-operatório do Minilifting Cervical (Minilifting de Pescoço)?

    A cirurgia de minilifting de pescoço, Londrina, é realizada pelo Dr. Zamarian no centro cirúrgico com anestesia local e sedação, podendo a paciente ter alta cerca de duas a três horas depois da cirurgia de minilifting, uma vez que ela acorde bem. O período que se segue depois da cirurgia plástica de minilifting é bastante tranquilo, indolor e com um pequeno inchaço, podendo aparecer alguns sinais de equimose (roxo), especialmente no quinto dia depois da cirurgia de minilifting cervical. O curativo que é utilizado no centro-cirúrgico é retirado em dois a três dias, quando a paciente é liberada para tomar banho. Recomenda-se dormir um mês de barriga para cima, sem realizar esforços físicos e academia. A alimentação deve ser pastosa por cerca de quatro dias, para não forçar a muscultarura trabalhada (pode-se ingerir peixe, carne moída, carne bem cozida, purê, arroz, feijão, mas nada duro de mastigar).

     

    A importância do Tratamento das Bandas do Músculo Platisma no Minilifting de Pescoço

    Com a idade, o pescoço vai perdendo sua definição. A parte da mandíbula onde ocorre a queda dos tecidos (Buldogue) é tratada com lipoaspiração com cânula fina para se restabelecer o contorno da mandíbula. Já o pescoço, propriamente, apresenta um aumento na flacidez muscular (do platisma) que deve ser tratada durante o minilifting cervical para otimizar os resultados.

    Bandas do Músculo PlatismaO platisma é um músculo achatado que recobre as estruturas profundas do pescoço e que normalmente apresenta um hiato na linha média, ou seja, um espaço entre o platisma direito e o esquerdo na parte central do pescoço. A flacidez do músculo platisma faz com que haja duas pregas verticais (uma à direita e outra à esquerda) no pescoço de algumas pessoas. Durante o minilifting de pescoço, através de uma incisão no submento (abaixo do queixo), descola-se a região central do pescoço e aproximam-se as bandas medialmente com Vicryl 4-0. Isso faz com que as pregas desapareçam, além de elevar todo o submento, fazendo com que o "papo" suba e tenha um aspecto mais jovial.

    Da mesma forma, durante o descolamento lateral no minilifting para se retirar o excesso do pele atrás das orelhas, realiza-se outra plicatura lateral do platisma (uma de cada lado) para dar mais firmeza ao pesoço e mostrar melhor o resultado da plicatura mediana.

    Sem o tratamento do músculo platisma durante o minilifting de pescoço, o seu resultado seria inferior, podendo deixar as pregas verticais remanescentes e não elevar o submento suficientemente. A plicattura lateral também auxilia na retirada de pele, uma vez que permite uma retirada maior de pele em excesso.

    Algumas pacientes relatam melhora do ronco, muito provavelmente porque apresentavam uma flacidez de pesoço bastante significativa e que interferia com o assoalho da boca. Apesar disso, essa cirurgia não tem como objetivo o tratamento de ronco ou apnéia noturna, sendo isso apenas um plus eventual.

     

    Dr. Zamarian indica drenagem linfática depois da cirurgia de Minilifting de Pescoço?

    Sim, parte da equipe de profissionais que compõem a Clínica Zamarian de Cirurgia Plástica Estetica e Reparadora engloba uma equipe de fisioterapeutas que realizam drenagem linfática e endermologia que, no caso do minilifting de pescoço (minilifting cervical) começam no quinto dia após a cirurgia plástica de minilifting.

     

    Existem outros tipos de Minilifting?

    Sim, dois outros tipos de minilifting existem:

    • Minilifting Temporal
    • Minilifting Facial

    Minilifting Temporal

    Este é um minilifting que consiste apenas em uma incisão dentro do cabelo, acima da orelha, em formato curvado com concavidade voltada para a face, com a finalidade de se realizar um descolamento dos cantos dos olhos e retirada de tecido dentro do cabelo, sem cicatrizes externas, para diminuir o peso dos tecidos nos cantos dos olhos e realizar uma discreta elevação dos supercílios. Tal procedimento é realizado sob anestesia local e sedação pelo Dr. Zamarian e tem sua indicação em pacientes que têm maior flacidez nos cantos dos olhos do que queda dos supercílios.

    Minilifting Facial

    É um procedimento que alguns cirurgiões plásticos realizam com um pequeno descolamento na frente das orelhas para realizar uma pequena retirada de pele, diminuindo uma flacidez discreta, principalmente em pacientes um pouco jovens, entre 35 e 45 anos. Nesta cirurgia plástica de minilifting não se tratam os tecidos profundos e, por esse motivo, o resultado é pequeno, podendo ser de duração curta e raramente realizado pelo Dr. Zamarian por ter indicações bastante restritas.

     

    As Cirurgias Mais Frequentemente Associadas ao Minilifting de Pescoço

    É muito comum se associarem outras cirurgias plásticas ao minilifting, a fim de se obter um tratamento estético facial mais completo. Listamos abaixo algumas cirurgias muito comumente realizadas na Clínica Zamarian, em associação ao minilifting de pescoço:

    Blefaroplastia: a cirurgia plástica das pálpebras é bastante procurada por pacientes que desejam realizar o minilifting. As pálpebras, por sua posição privilegiada na face, são de suma importância e frequentemente denotam a idade, necessitando de uma retirada de pele ou bolsas de gordura em uma cirurgia indolor e simples, para conferir um ar de "descanso", preservando a naturalidade do resultado.

    Mentoplastia: o hipomentonismo, ou queixo pequeno, pode acentuar a queda dos tecidos no pescoço e também pode ser um dos principais fatores que levam à procura pela cirurgia plástica de minilifting de pescoço. Por esse motivo, Dr. Zamarian, durante a consulta para a cirurgia de minilifting, avalia o perfil da paciente e indica a mentoplastia com silicone sólido quando necessário. A mentoplastia é então realizada com uma incisão por dentro da boca e os resultados são excelentes, com um pós-operatório bastante tranquilo.

    Peeling de Fenol: apesar de a indicação para minilifting ocorrer em pacientes sem flacidez da face, a pele facial pode estar precisando de um rejuvenescimento ou de um tratamento deifinitivo para manchas e rugas finas. O peeling de fenol tem sido cada vez mais procurado na Clínica Zamarian devido aos resultados promissores. Pacientes vêm à ao Dr. Zamarian de vários Estados do Brasil em busca de uma pele melhor. O peeling de fenol pode ser realizado tanto em pacientes jovens, com manchas, quanto em pacientes de mais idade, a fim de melhorar a textura da pele, restabelecendo seu viço, e também para manchas até mesmo mais resistentes como melasma.

    Rinoplastia: como parte do processo natural de envelhecimento, o nariz tende a crescer e ter sua ponta mais caída. Isso faz com que o nariz passe a estar cada vez mais evidente e pesado na face, necessitando de uma cirurgia plástica para restabelecer a harmonia facial. A rinoplastia é outra cirurgia muito procurada pelas pacientes que realizam o minilifting e trazem, em conjunto, muita satisfação pela delicadeza dos resultados.